segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

PROCURA-SE



Wanted - Karin Tabke


A coisa mais quente sobre um homem em uniforme é imaginá-lo fora dele.

“Procura-se”, de Karin Tabke, apresenta muito romance, ação e suspense. A dupla romântica Colin Daniels e Sophia Gilletti tem algumas tragédias e inseguranças com que lidar, mas eles aproveitam o melhor um do outro, por meio de uma atração avassaladora.



Capítulo
1
Duas coisas mudariam a vida do policial à paisana Colin Daniels naquele dia. Não era a loira que envolvia seu pau com os lábios ou a ruiva que esfregava a vagina úmida no seu rosto. O que mudaria sua vida seria um golpe que o renderia. Ele não veria de onde viria e não reconheceria quando acontecesse, porque a segunda coisa que mudaria irremediavelmente sua vida naquele dia faria o impossível para garantir que a primeira nunca cruzasse seu caminho.
Charlie Sheen talvez tivesse o DNA de Adônis e um sangue de tigre, mas, aos 34 anos, Colin tinha a libido de um garoto de 16 e a força de um búfalo brâmane. Além disso, desfrutava dessas duas características com uma deusa diferente por noite. Naquela noite, a sobremesa dupla foi quase suficiente para fazê-lo esquecer da ligação que esperava.
Investia nos lábios suculentos da loira e apertava a bundinha deliciosa da ruiva com os dedos, ao mesmo tempo que sua língua penetrava outro par de lábios suculentos. Enquanto a cabeça da loira subia e descia no pau, ele deslizou a mão da bunda da ruiva e enterrou os dedos nos cabelos da outra para fazê-la reduzir a velocidade. Ele gostava de boquetes lentos, profundos e firmes. A loira gemeu, apoiou as bolas com a mão por baixo e, como numa reverência, engoliu-o até encostar nas amígdalas.
Ele grunhiu, um som áspero de prazer. Um grunhido do qual a ruiva não gostou.
Imediatamente, ela se pôs atrás da outra e tentou tirar a mão dele da loira, mas a loirinha segurou a mão, rosnando ao redor do pau. A ruiva rosnou de volta.
E aquilo era exatamente por que, para ele, a variedade era o tempero da vida.
Ele amava sexo. Adorava as mulheres. Amava todas as formas, tamanhos, cores e cheiros. Adorava que pudesse amá-las a noite toda, sem restrições. Nunca levara uma mulher à sua casa, nunca ficava para o café da manhã na dela. Era como ele agia.
No seu ramo profissional, compromissos complicariam o trabalho — se ele ainda tivesse um.
— Vaca — sibilou a ruiva.

Um comentário:

  1. Eu gostei, tem bastante ação de tiroteio fuga e cenas hot , pena que no final deixou um gosto de mais umas linhas, pra fechar a trama , mas um bom livro no fim das contas

    ResponderExcluir